Algumas vezes nos deparamos com histórias inusitadas que costumamos ouvir dos outros. A surpresa vem quando estas histórias acontecem em nossa própria vida. Certamente, na maioria destes casos, não estamos preparados para agir da melhor forma em tais acontecimentos.
Alguma vez alguém já te fez uma pergunta dentro de uma afirmação? Tenho certeza que já, e digo o porquê: Toda afirmação é uma pergunta sem interrogação, já que ela carrega a pergunta dentro de si. Sendo assim, além de responder às perguntas, precisamos responder às afirmações! Necessitamos de responder às mentiras que se dizem verdades, aos insultos disfarçados de elogios, às maldições que se parecem com bençãos ao que nos incomoda e ao que nos acomoda. Uma afirmação sempre se transforma numa pergunta porque temos que reagir a ela. É uma questão, pois precisamos refletir sobre ela. Esse é o princípio do diálogo.
Uma vez, um jovem pregador afirmou para mim que a teologia é boa para podermos falar do evangelho às pessoas mais informadas e cultas, como universitários, altos empresários, políticos e outros que representem as natas na sociedade de modo geral. Isso pra mim soou como uma pergunta: Por que estou fazendo teologia?
(Grilinhos sonoros ao fundo)
Hoje respondo: Não fazemos teologia somente para “pescar os peixes grandes” que estão no mar do pecado. Isto faria da teologia algo tão pequeno que não valeria a pena estudá-la. Fazemos teologia para entender aqueles que ninguém quer entender, buscando quem ninguém quer buscar, enquanto mergulhamos no oceano mais profundo e perigoso, só para dar as gotas mais puras para aqueles que tem sede. O verdadeiro teólogo é aquele que consegue processar conceitos complexos a fim de investigar o que deve ou não ser dito e feito. Teologia sem prática é um belo vaso cheio de vento. Teologia sem comunhão com Deus é um microscópio eletrônico quebrado. Teologia sem amor ao próximo é o saber mais omisso do mundo. Mas se a nossa Teologia tiver todas essas coisas, ela mesma será a manifestação de Deus em nossas vidas.

Category: | 1 Comment

1 comments to “05 Resposta”

  1. Achei otimo o texto meu amor!!! Meu escritor favorito...